Bruno Faro

Deixe seus funcionários tirarem uma soneca

Há uns anos, a National Geographic Channel lançou uma propaganda bem interessante.
O dono da empresa chega em um andar e caminha pelos corredores. Se depara com dois funcionários dormindo apoiados na mesa. Um clima tenso se estabelece. Todos observam a cena.

O dono se aproxima com calma, apaga os abajures das mesas e se retira deixando os dois continuarem no cochilo. Uma mensagem surge na tela: 15 minutos de cochilo dobra a produtividade.

Um relatório da Accouttemps aponta que 77% dos homens e 71% da mulheres americanas admitem trabalhar cansados. Mais da metade deles afirma que tem dificuldade de se concentrar quando sonolentos.

Distração pode matar. Muitos acidentes de trabalho poderiam ser evitados se houvesse tempo (ou permissão) de se fazer pequenas pausas para recompor as energias. Em cozinhas é bem comum ver funcionários exaustos que se cortam, queimam ou até mesmo se ferem gravemente devido à falta de atenção. Acontece até com os mais habilidosos.

Pensa no custo: funcionário parado, acidentado, recebendo por não trabalhar, improdutivo, desfalcando a equipe que se sobrecarrega ainda mais.

Está nas mãos do líder evitar a improdutividade. Ele deve compreender que cada colaborador é diferente. Uns dormem cedo, outros tarde, uns são mais produtivos de manhã, outros à tarde, etc. O líder deve alinhar as atividades ao nível de produtividade de cada um e não o contrário. Os funcionários devem ser incentivados a cuidarem do próprio bem estar.

Há uns anos, trabalha seis dias por semana em um restaurante e na minha folga dava aula de manhã e à noite em uma faculdade. De manhã era PUNK, pois ia quase virado, mas lá havia uma área excelente de descanso. Ia ali à tarde e dormia. De noite, estava renovado e motivado, o que refletia positivamente nos resultados da aula.

Assuma a responsabilidade dos problemas de saúde e de sono dos colaboradores. Se estão cometendo mais erros que o habitual, investigue. Pergunte como está a vida fora do trabalho, a rotina de sono e alimentação. Deixe-os saber que eles são apoiados e não são julgados ou repreendidos. Atente àqueles que acabaram de ter filhos. Permita que descansem no trabalho até um pouco mais, já que provavelmente durante a noite acordaram para dar atenção ao novo membro da família.

Lutar contra o sono é batalha perdida, cochile.