Bruno Faro

Trabalho bem feito = Muito tempo livre

A preguiça toma conta de muitos. Acredito profundamente que ela deriva na verdade, da falta ou pouca capacidade de se planejar. Então aí vai:

1 – Lista de afazeres mais atrapalha do que ajuda, porque a cada item não terminado, bate uma deprê. Sei que é excelente a sensação de riscar da lista uma tarefa feita, mas aquelas que ainda permanecem parecem zoar da sua cara. Planeje com CRONOGRAMA.

2 – De trás pra frente. Pra mim, quem fica além do tempo do trabalho é devido (provavelmente) à má gestão do próprio tempo. Planeje-se tendo absoluta certeza que a hora de você ir embora é sagrada. A vida não é só trabalho. Quantos ricos infelizes não vemos por aí? Falta tempo a eles para as coisas que realmente importam. E ainda por cima, a criatividade necessita cientificamente do ócio (falo disso na próxima). Se você sai 17:30, plane-se de 17:30 para trás. Acredite, funciona. Faço isso desde minha primeira carteira assinada.

3 – Pelo menos visualize a semana toda à sua frente. Um dia não basta porque quase sempre, tarefas complexas duram mais de 24 horas. Importante que haja tempo entre as atividades, nem que seja pra um café, passear com o cachorro ou olhar pro teto relaxado.

4 – Não faça tantas coisas, mas faça tudo com qualidade. Produzir com alto nível evita o retrabalho. Retrabalho é perda de tempo e te mata aos poucos. Tempo é nosso bem mais precioso. Faça de uma vez e só uma vez.

5 – Menos trabalho vazio, mais trabalhos profundos. Vivemos na era da superficialidade. Poucos aprofundam, mas quem o faz, se destaca. Trabalhos vazios incluem: checar e-mail toda hora, passar o feed de notícias, deixar o celular perto com toque pra cada qualquer coisa que aconteça. Notificações envenenam seu tempo. O que é urgente nunca chegará por mensagem, e-mail, whats. Urgência vem por chamada. Deixe somente o toque de ligação ativo. Dou meu exemplo como chef de cozinha: prefiro gastar meu tempo pensando no novo menu, me conectando mais profundamente com minha equipe, buscando novos clientes do que ficar limpando folha de salsinha ou descascando cebola. Já fiz muito isso, mas pra isso hoje temos estagiários bem animados.

Segunda e terça sou aluno no mestrado o dia todo. Terças à noite dou aula em uma faculdade, às sextas em outra, escrevo, pesquiso muito e leio pelo menos um livro por mês, toco bateria e vou na academia pelo menos 3 vezes por semana, sou responsável pelo café, almoço e jantar em casa, presto consultoria, dou cursos de extensão, atendo empresas, passeio 3 vezes com meus cachorros por dia e ainda tenho muito tempo de sobra com minha esposa e amigos. Tudo é questão de organização.